sexta-feira, 25 de janeiro de 2008

eu

Vou caminhando no mesmo sentido que todos caminham
Na certeza de que não caminho com eles!

Vou me iludindo enquanto peço perdão
Vou perdoando quem não tem razão.

Viver é está com a coragem de quem vive na certeza
de que todas as ilusões são verdade!

Vivo na esperança de uma noite acordar para todo o sempre Viver!

Não sei bem onde me encontro existencialmente e
nem sei se existo, nem se inexisto!

Passarei pelo risco de continuar vivendo!

Renovando em mim as esperanças que me serão necessárias
para continuar Vivo e em confiança Viva no Amor do Pai!!!

Um comentário:

Guiomar Barba disse...

Que surpresa. Achei seu blog.
Grande poeta, profundo, reproduz a alma de muitos.
Vou usá-lo viu?